ADUFRGS-Sindical saúda os 10 Anos da Lei de Cotas nas universidades públicas e institutos federais

 

No dia 29 de agosto, a Lei de Cotas 12.711/2012 completa 10 anos e a ADUFRGS-Sindical reitera a importância desta política pública para o combate ao racismo e a superação das desigualdades sociais no Brasil.

Desde março de 2022, o site do sindicato disponibiliza ações afirmativas realizadas nas UFRGS, UFCSPA, IFRS e IFSul. Lá os filiados/as e público em geral encontra uma série de matérias, entrevistas e podcasts com o objetivo de valorizar as ações afirmativas e aprofundar o debate com sua base e a sociedade.

A página de Ações Afirmativas é uma iniciativa do GT Direitos Humanos da entidade, coordenado pela professora Sônia Mara Ogiba, diretora de Comunicação. “Estes 10 anos de Lei de Cotas consagram um movimento político liderado pelo movimento negro e movimentos sociais, que se mobilizaram por uma política de reparação histórica diante das mazelas deixadas pela escravidão. O Brasil foi o último país do Ocidente a abolir esse sistema de opressão e não garantiu políticas públicas para a inclusão dos negros e negras na sociedade. O descaso também atingiu a população indígena. Sem educação, moradia e saúde, não se vive! Isso é um dever do Estado”, destacou.

“As ações afirmativas surgiram para viabilizar esse acesso tão importante para a formação da cidadania. O mais impressionante é que hoje vivemos um retrocesso na sociedade brasileira, com um governo excludente que corta recursos orçamentários da Educação e inviabiliza a permanência dos cotistas nas universidades”, criticou.

Passados 10 anos de implantação, a Lei de Cotas pode ser revisada a qualquer momento e umas das maiores preocupações dos ativistas é a permanência dos estudantes cotistas nas universidades. Segundo a professora Sônia, a assistência estudantil precisa ser viabilizada pelo Governo Federal. “Defendemos as políticas de assistência como bolsas moradia e alimentação para garantir que os estudantes permaneçam nas universidades e consigam concluir o curso de graduação e prosseguir em seus estudos e formação”, afirmou.

Confira as matérias e podcats postados na Página de Ações Afirmativas

“Contra preconceito não existe vacina, precisamos respeitar as diferenças e fazer valer as ações afirmativas”, disse a professora Kathryn Lum

Lei de Cotas completa 10 anos e passa por revisão

Entenda o Projeto de Lei e acompanhe a tramitação da proposta na Câmara Federal

“Educação pública precisa de orçamento para sobreviver”, diz presidente da UEE

Acompanhe episódio 17 do podcast da ADUFRGS-Sindical com Airton Silva

“Cota não é esmola! É uma necessidade urgente de reparação racial nos ambientes de poder da sociedade”, diz a antropóloga e professora da UFG, Luciana Dias.

Acompanhe o podcast 19 da ADUFRGS-Sindical com Luciana Dias

“A Lei de Cotas aumentou o número de negros/as no ensino superior, gerou oportunidades e mudou o pensamento educacional brasileiro”, diz reitor da Universidade Zumbi dos Palmares.

Acompanhe o episódio 20 do podcast da ADUFRGS-Sindical com José Vicente

“A cota é uma medida radical para tentar mudar uma situação imposta pela classe dominante e que se perpetua no tempo”, diz Frei David da EDUCAFRO.

Comments powered by CComment

No thoughts on “ADUFRGS-Sindical saúda os 10 Anos da Lei de Cotas nas universidades públicas e institutos federais”