Semana de mobilização da ADUFRGS rende cerca de mil assinaturas contra a Reforma

Após passar por cinco unidades de instituições de sua base de atuação, a ADUFRGS-Sindical fechou a semana com cerca de mil assinaturas contra a Reforma da Previdência. A maciça participação de docentes, técnicos-administrativos, alunos, terceirizados e da população em geral no abaixo-assinado confirma o que as pesquisas já revelam: os brasileiros não querem a Reforma da Previdência. As assinaturas vão compor um documento nacional que será enviado ao Congresso Nacional manifestando a posição de diversas categorias de trabalhadores contra à PEC 6/ 2019 enviada pelo governo.

Nesta sexta-feira, 12, a banca do sindicato, montada para coletar as assinaturas, esteve no Campus do Vale da UFRGS e no Colégio de Aplicação. O diretor da ADUFRGS, Eduardo Rolim de Oliveira, destacou que o sindicato está na luta contra a reforma porque ela é especialmente cruel com os trabalhadores do Brasil. “Essa reforma vai prejudicar principalmente as mulheres, as pessoas mais idosas, os servidores públicos que estão prestes a se aposentar e fundamentalmente o povo trabalhador. É deles que serão retiradas as minguadas pensões e aposentadorias que irão passar para o mercado financeiro. Por isso, temos que reforçar essa luta. Não podemos permitir que essa reforma, que quer introduzir a capitalização individual e que quer desconstitucionalizar a previdência social, possa passar no Brasil. Todos juntos contra a reforma da previdência e em defesa de uma previdência pública e de um país melhor”, afirmou Rolim, que participou do dia de mobilização ao lado da diretora Lúcia Couto Terra, professora aposentada do Colégio Aplicação.

_DSC0423

Giro da ADUFRGS pelas instituições da base segue até o final do mês

A coleta de assinaturas contra a reforma da Previdência segue até o final do mês nas instituições da base da ADUFRGS. Na próxima segunda-feira, 15, será a vez do Campus Centro da UFRGS. A banca do sindicato estará em frente à Faculdade de Educação (FACED/UFRGS). Depois disso, haverá coleta de assinaturas no Campus Litoral Norte da UFRGS, IFSul Sapucaia do Sul e IFRS Campus Feliz e Campus Caxias do Sul. Quem quiser também pode assinar o abaixo-assinado na sede da ADUFRGS (Rua Barão do Amazonas, 1581 – Bairro Jardim Botânico – Porto Alegre).

Assista ao vídeo da mobilização.

Confira a agenda

coleta assinaturas certas



Ver todos