Conape
Conape estadual encerra com aprovação da Carta do RS pela educação

IMG_20180310_092715663

A etapa estadual da Conferência Nacional Popular de Educação (Conape) terminou no início da tarde deste sábado, 10 de março, com a aprovação da Carta do Rio Grande do Sul pela Educação . O documento denuncia o descumprimento dos planos municipais, estaduais e nacional de educação. Também foram aprovadas moções em defesa da política das cotas raciais na UFRGS (leia no final da matéria), contra o fechamento de escolas estaduais e repúdio ao governo Sartori, que vem atrasando, sistematicamente, o pagamentos dos salários dos servidores públicos.

IMG_20180310_112424689

“Hoje, encerramos mais uma etapa de uma longa caminhada em defesa da educação, das conquistas que tivemos no Plano Nacional de Educação”, avaliou o vice-presidente da Adufrgs-Sindical, Lúcio Vieira. “Obviamente, o encontro não teve toda a infraestrutura que prevê lei, mas foi um ato de resistência dos trabalhadores, da sociedade organizada, dos professores, estudantes, técnicos e de todos aqueles que têm a educação como uma preocupação primeira. Podemos comemorar, porque fizemos um bom evento, assim como uma bela discussão, e saímos com um sentimento muito grande de unidade e de busca de consenso. Acima de tudo, aprovamos a carta de Porto Alegre, que reafirma conquistas que tivemos ao longo do período de luta pela aprovação do Plano Nacional de Educação e, com ela, estaremos indo com a delegação gaúcha para a Conape nacional, onde vamos reafirmar a nossa bandeira em defesa da educação de qualidade, democrática, pública e contra todas as restrições financeiras que estão sendo implementadas por esse governo”, sintetizou.

Celso Stefanosk, diretor do Sinpro-RS, acredita que a conferência estadual “superou as expectativas, mobilizando muitas pessoas, entre professores, funcionários, alunos e pais, com o intuito de discutir e avaliar a situação da educação em nível municipal, estadual e federal. Foi uma Conferência de avaliação da implementação dos PNEs, mas também de mobilização, porque os planos não estão sendo implementados”. Nos próximos dias, relata, o Comitê Estadual em Defesa da Escola Pública e o Fórum Popular Estadual de Educação devem se reunir para avaliar a Conferência estadual e organizar a delegação gaúcha que participará da etapa nacional. “Aqui no Rio Grande do Sul, o debate terá continuidade nos comitês municipais, que irão monitorar, avaliar e debater os temas conjunturais e, também, da educação.”

IMG_20180310_095157884

A Adufrgs-Sindical, o Sinpro/RS e o Cpers  integram a organização da Conferência do RS, com outros sindicatos e entidades ligadas à educação.

Conape estadual também aprovou uma moção em defesa da política das cotas raciais na UFRGS. Clique aqui e confira.

A Conape nacional acontece entre 24 e 26 de maio, em Belo Horizonte (MG) com o desafio de ser “uma convocação à retomada da democracia no País e das vozes da sociedade civil organizada por meio dos movimentos sociais e das entidades educacionais; uma reafirmação do compromisso com uma educação verdadeiramente transformadora”.

 



Ver todos