Adufrgs-Sindical marca presença no Fórum Social Mundial

WhatsApp Image 2018-03-09 at 14.30.46

A Adufrgs-Sindical já confirmou presença no Fórum Social Mundial (FSM), entre os dias 13 e 17 de março, em Salvador. O Proifes-Federação e os sindicatos federados prepararam uma série de atividades e debates sobre educação, universidade pública e direitos humanos para os cinco dias de evento.
Os encontros serão realizados na tenda da Central Única dos Trabalhadores (CUT), no Campus Ondina, da Universidade Federal da Bahia (Ufba), atividades em territórios temáticos como o Parque do Abaeté, em Itapuã, e o Parque São Bartolomeu, no Subúrbio Ferroviário da cidade e também na sede da Associação dos Professores Universitários da Bahia (Apub-Sindicato).

Trajetória do Fórum
O FSM nasceu em 2001, em Porto Alegre, articulado por movimentos sociais, ONGs e a sociedade civil. O fórum surgiu em contraposição ao modelo de sociedade representado pelo Fórum Econômico Mundial, que ocorria ao mesmo tempo em Davos, na Suíça.
Dezessete anos depois, o fórum continua promovendo debates abertos e descentralizados que sirvam de alternativas para o padrão econômico e social mundial, contra as desigualdade geradas pela globalização.
As primeiras edições do FSM foram realizadas em Porto Alegre e em seguida o fórum percorreu o mundo com encontros em Mumbai, Caracas, Karashi, Bamako, Nairobi, Belém, Dacar, Tunis e Montreal. Além de edições temáticas, regionais e continentais.
Com reconhecimento mundial, o FSM volta ao Brasil para ser realizado em solo baiano. A expectativa é de que 60 mil pessoas de 120 países participem do evento.

Programação Proifes-Federação
Na programação do evento, estão inscritas diversas atividades promovidas pelo Proifes-Federação e suas entidades federadas. Confira abaixo o cronograma e participe.

Programação do FSM
Com o lema “Resistir é criar. Resistir é transformar!”, o Fórum visa promover a transformação do ser humano em busca de “Um outro mundo possível”.
Com mais de 1,5 mil coletivos, organizações e entidades cadastrados, e cerca de 1,3 mil atividades autogestionadas inscritas, o FSM 2018, terá representantes de entidades do Canadá, Marrocos, Finlândia, França, Alemanha, Tunísia, Guiné, Senegal, além de países panamazônicos e representações nacionais.

Clique aqui e confira a programação completa

Para mais informações acesse o site do Fórum: wsf2018.org/

 

 

 

 



Ver todos