Abaixo-assinado contra a reforma mobiliza comunidade acadêmica

vanderlei esefid

ADUFRGS fez ação no Campus Saúde e ESEFID durante a semana.

A ADUFRGS realizou nessa semana mais uma etapa da campanha de coleta de assinaturas contra a reforma da previdência. Na terça-feira, dia 7, a ação ocorreu na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (ESEFID) e, na manhã desta quinta-feira, dia 9, no Campus Saúde da UFRGS.

vanderle 3

A professora Denise Bueno, que leciona há 15 anos no Curso de Farmácia, foi uma das primeiras a assinar o documento. “Temos que nos unir para não perder os direitos que já foram adquiridos, pois essa reforma pode trazer surpresas indesejáveis ao servidor público.”

20190509_104244_HDR

Vitor Hugo Cordova, aluno do Campus Saúde, participou do abaixo-assinado e registrou a sua indignação com a tentativa do governo de esconder os dados que embasam a reforma. “O mínimo que eles deveriam fazer era mostrar os dados reais e não tentar escondê-los da população”, desabafa.

WhatsApp Image 2019-05-10 at 9.46.25 AM

A PEC 06/2019 modifica a Previdência Social e estabelece regras de transição, que prejudicam especialmente as mulheres, os mais idosos e a parcela da população que está perto de se aposentar. Além disso, a proposta do governo quer implantar, no País, um modelo de capitalização individual que fracassou em diversos países.

Vanderlei Carraro, tesoureiro da ADUFRGS-Sindical, avalia que é preciso muito esclarecimento sobre os impactos da reforma para a sociedade e, também, para a carreira docente. “Infelizmente, muitas pessoas ainda acreditam que o servidor público se aposenta com salário integral, o que não acontece mais” finaliza.

A coleta de assinaturas contra a Reforma segue até dia 14 de junho.



Ver todos